Portal do Governo Brasileiro

banner-120x60-amarelo

Figuras Maracanã

Curso Técnico de Informática

Habilitação: Técnico em Informática
Carga Horária Total: 1.296 (Grade 2010)
Carga Horária Total: 1.296 (Grade 2002)
Estágio/Horas: 300 horas
Duração: 6 períodos semestrais

Objetivos

O curso Técnico em Informática tem como objetivo preparar profissionais que possam trabalhar de forma ampla no ambiente de Tecnologia de Informação. O curso abrange as cinco grandes áreas de Informática (Arquitetura de Computadores e Sistemas Operacionais, Linguagens de Programação e Estrutura de Dados, Banco de Dados, Rede de Computadores e Análise e Modelagem de Sistemas). As disciplinas oferecidas apresentam características contextualizadas da Ciência da Computação para o nível técnico e dentro das perspectivas esperadas pelo mercado.

O projeto curricular deste curso se baseia na legislação sobre a nova educação profissional que inclui:

  • Lei 9394/96
  • Decreto 2208/97
  • Resolução 04/99 CNE
  • Parecer 16/99 CNE

Acesso

O ingresso no Curso de Educação Profissional Técnica de Nível Médio é feito através de concurso de seleção, cujas normas e procedimentos são tornados públicos em Edital divulgado pela imprensa escrita à época própria, como também por meio de convênios com instituições públicas.

Poderão freqüentar o curso de Educação Profissional de Nível Técnico proposto pelo Centro os alunos que já tenham concluído ou estejam matriculados no Ensino Médio.

Perfil profissional do egresso

A área de Informática contempla, no mundo do trabalho, um conjunto bastante diversificado de atividades produtivas e, por isso, espera-se que o técnico atue em diversas áreas conectadas com a Tecnologia de Informação.

Ao concluir o curso, este profissional de informática deve estar habilitado a exercer as competências adquiridas ao longo do curso, tais como:

  • Aprender a instalar, configurar e utilizar componentes e redes de computadores, aplicativos e sistemas operacionais bem como oferecer suporte aos usuários;
  • Desenvolver programas de computadores, integrado à tecnologia de banco de dados, rede de computadores e web;
  • Administrar os diversos serviços de banco de dados, aplicativos comerciais e rede de computadores.

Organização curricular

O curso de Informática está organizado na forma modular e reúne as competências profissionais da área de Informática (Competências Gerais) estabelecidas na Lei de Diretrizes e Bases da educação (LDB), nº 9394/97; Decreto 2208/97; Parecer CNE/CEB nº 16/99 e a Resolução CNECEB nº 04/99.

Critérios de aproveitamento de conhecimentos e experiências anteriores

O CEFET/RJ prevê, para todos os alunos matriculados na Instituição, o aproveitamento de conhecimentos e experiências adquiridos no trabalho ou em outros meios informais, a partir da implantação de um sistema de testagem de competências, consoante as diretrizes emanadas do Ministério da Educação.

Critérios de avaliação da aprendizagem aplicados aos alunos do curso

A verificação das competências adquiridas pelos alunos dos cursos técnicos é entendida, no CEFET/RJ, como um processo contínuo de testagem e de observação de procedimentos dos educandos, tanto em sala de aula, quanto nos ambientes de laboratório. Os critérios, inicialmente adotados e sujeitos a revisões, de acordo com as transformações previstas na estrutura dos cursos, encontram-se especificados na Resolução 01/2004 do Conselho de Professores ? CONSEP.

Instalações e equipamentos do curso

O Curso de Informática encontra-se localizado no Pavilhão I, Campus I do CEFET-RJ, Unidade Maracanã. O espaço físico está dividido da seguinte forma:

1º Andar

  • Laboratório de Software I.
  • Laboratório de Software II.
  • Laboratório de Software III.
  • Laboratório de Software IV.
  • Sala de Coordenadoria.
  • Sala de Suporte e Almoxarifado.

2º Andar

  • Laboratório de Redes (Lab 5).
  • Laboratório de Apoio (Lab 6).
  • Sala de Aula (1).
  • Sala de Aula (2).
  • Sala de Aula (3).
  • Sala do Servidor.

Em que:

Laboratório de Rede (Lab 5):
Capacidade: 16 alunos
Objetivo: Capacitar o aluno para instalação e configuração de redes de computadores (setup, sistemas operacionais, etc) e mostrar o funcionamento dos componentes da mesma.

Laboratório de Apoio (Lab 6):
Capacidade:16 alunos
Objetivo : Prover um ambiente de apoio de práticas às disciplinas do curso de informática.

Laboratório de Software I:
Capacidade: 36 alunos
Objetivo: Capacitar o aluno para uso de ferramentas que possibilitem o desenvolvimento de softwares.

Laboratórios de Software II:
Capacidade: 36 alunos
Objetivo: Capacitar o aluno para uso de ferramentas que possibilitem o desenvolvimento de softwares.

Laboratórios de Software III:
Capacidade: 36 alunos
Objetivo: Capacitar o aluno para uso de ferramentas que possibilitem o desenvolvimento de softwares.

Laboratórios de Software IV:
Capacidade: 36 alunos
Objetivo: Capacitar o aluno para uso de ferramentas que possibilitem o desenvolvimento de softwares.

Sala de suporte e Almoxarifado:
Objetivo: Fornecer suporte às atividades de manutenção dos demais laboratórios e manter um almoxarifado de peças para reposição. É usado também para administrar os recursos disponibilizados para todos os laboratórios, tais como, internet, impressora e scanner. Esta sala possui acesso restrito.

Sala de Aula 1
Objetivo: Prover ambiente para aulas teóricas do curso.

Sala de Aula 2
Objetivo: Prover ambiente para aulas teóricas do curso.

Sala de Aula 3
Objetivo: Prover ambiente para aulas teóricas do curso.

Sala da Coordenação do curso
Objetivo: Fornecer recursos para as atividades administrativas da coordenação.

Sala do Servidor/Estagiário
Objetivo: Ambiente de localização do servidor, conexão de fibra ótica. Nesta sala estão os estagiários do curso e nela são feitos os consertos associados a problemas que possam ocorrer nos laboratórios.

Docentes

Nome Graduação Pós-Graduação
Almir Silva da Silveira Informática Especialista em Informática
Carlos Odilon de Oliveira Barros Economia Mestre em Computação
Carlos Otávio Schocair Mendes Engenharia Elétrica Doutor em Sistemas e Computação
Celso Afonso Pinto Engenharia Eletrônica Mestrando em Educação
Eduardo Bezerra da Silva Informática Doutor em Informática
Eduardo Soares Ogasawara Informática Doutorando em Sistemas e Computação
João Roberto de Toledo Quadros Engenharia de Computação Doutor em Ciência dos Materiais
Jorge de Abreu Soares Informática Doutor em Informática
Laércio Britto Gonçalves Engenharia de Computação Doutor em Mecânica
Laércio Gomes Dantas Eletrônica Mestre em Automação
Luís Carlos do Amaral Sistemas Digitais Mestrando em Informática.
Myrna Cecilia Martins Dos Santos Amorim Ciência da Computação Mestrado em Sistemas e Computação
Rafael Casteneda Informática Doutorando em Informática
Renato Mauro Informática Mestre em Informática

Certificados e diplomas expedidos aos concluintes do curso

Com base no Artigo 8 o, inciso II do parágrafo 2º da Resolução 04/99, o CEFET/RJ estruturou este Curso de Educação Profissional de Nível Técnico, prevendo diplomação na habilitação em Técnico em Informática.

Estrutura do curso

O Curso possui atualmente uma nova grade aprovada em 2009 e iniciada no primeiro semestre de 2010. Esta nova grade possui 1296 horas de aulas teóricas e práticas com 20 disciplinas.

A grade anterior (de 2002) possui cerca de 1396 horas de aulas teóricas e práticas divididas em 28 disciplinas.

Grade Curricular de 2002

Período Nome da Disciplina Horas/Aula
APLICATIVOS I 36
ARQ. COMPUTADORES I 72
SIST OPERACIONAIS I 36
APLICATIVOS II 36
ARQ. COMPUTADORES II 36
HIG E SEG DO TRABALHO 36
SIST OPERACIONAIS II 36
LOG PROG EST DADOS I 36
ARQ.DE REDES 72
FUND DA HIPERMÍDIA 36
PROJ BANCO DE DADOS I 72
LOG PROG EST DADOS II 36
PROJ BANCO DE DADOS II 36
PROJETO DE REDES 36
PROG ORIEN. COMPONEN.I 72
LOG PROG EST DADOS III 72
ADM DE REDES 36
APLIC BANCO DE DADOS 72
APLIC HIPERMÍDIA I 36
PROG ORIEN. COMPONEN.II 72
SIST OPER. DE REDE I 72
ADM BANCO DE DADOS 36
ADM DE SITES 36
APLIC HIPERMÍDIA II 72
ORG DO TRAB E NORMAS 36
PROJ DE SISTEMAS 36
SIST OPER. DE REDE II 36
SUPORTE AO USUÁRIO 3

Ementas das Disciplinas da grade de 2002

Arquitetura de redes: Introdução: Utilidade, estrutura e arquitetura de redes; O modelo de referência OSI; Serviços em redes. A Camada Física: Meios de transmissão analógica e digital; chaveamento. A Subcamada de Acesso ao Meio: Protocolos de redes locais; Redes de Fibra Óptica. A camada de Enlace de Dados: Correção e Detecção de erros; protocolos de janelas deslizantes. Interconexão de Redes: repetidores, pontes e roteadores. Projeto, instalação e configuração de redes locais. Introdução aos protocolos TCP/IP.

Projeto de redes: Metodologia Top-Down no projeto de Redes: Análise de metas e restrições do cliente e restrições técnicas, parâmetros de desempenho de uma rede de computadores, caracterização de uma inter-rede existente, levantamento e análise do tráfego da rede; Projeto da Rede Lógica: Projeto da topologia da rede, definição de conceito, modelos de endereçamento e nomenclatura, estratégias de segurança e gerenciamento de redes, escolha dos protocolos de pontes, comutação e roteamento Projeto da Rede Física: Seleção de tecnologias e dispositivos no nível de LAN, seleção de tecnologias e dispositivos a nível de WAN; Seleção de tecnologias e dispositivos para redes locais sem fio; Conceitos de Instalações Elétricas: Conceitos sobre o sistema de distribuição elétrico; Dimensionamento de cargas; Questões relativas a segurança em instalações elétricas; Documentação de um Projeto de Rede.

Administração de redes: Introdução à administração de redes; Sistemas de administração de redes; Fontes e fluxos de informação; Administração de redes; Tecnologias e suporte à administração de redes; Forças do mercado de administração de redes; Gerência proprietária; Redes locais; Redes heterogêneas; Tendências em administração e gerência de redes; Avaliação de plataformas de gerência; Segurança da gerência de redes. Cálculo de sub redes, revisão de equipamentos de conectividade, ferramentas de administração de redes, estudo de casos (simulações e defeitos em redes).

Aplicação de Banco de Dados: Mapeamento do modelo lógico para o físico através de uma linguagem de acesso a BD. Uso de ferramenta de acesso a BDs para criação de banco de dados, uso e objetos construtores de acesso a BD. Construção de formulários com banco de dados. Uso de controle de chaves estrangeiras.

Projeto de banco de dados 1: Banco de dados: historia e desenvolvimento; projeto de banco de dados: arquitetura de banco de dados e modelo de projeto de bds; modelagem conceitual: conceitos associados a BDS, uso de modelagem para representação de dados; modelo conceitual Entidade-Relacionamento (atributos, entidade, relacionamento, tipos de relacionamento, relacionamento ternário, agregação, herança); modelagem lógica: modelo de dados lógico (rede, hierárquico e relacional), o modelo relacional (tabelas, chaves primárias e estrangeira).

Projeto de banco de dados 2: Modelagem física, definição física de tabelas, uso da linguagem de consulta estruturada (SQL); DDL (linguagem de definição de dados), DML (linguagem de manipulação de dados).

Administração de Banco de Dados: Dicionário de dados, papel atribuído ao administrador de dados, construção de ambiente de administração através do SQL, uso do modelo conceitual e lógico na definição de dados. Uso de uma ferramenta prática de administração de dados: definição de usuários, definição de ambiente de banco de dados; definição do dicionário de dados; construção do modelo físico de dados; definição de chaves e índices de apoio; definições de segurança.

Programação orientada a componentes 1: Ambiente de desenvolvimento baseado em componentes utilizando linguagens orientada a componentes; Projeto, objetos, propriedades e eventos; Compilação e execução de programas; Programação orientada a objetos; Conexão com bancos de dados; Construção de relatórios; Tratamento de exceções.

Programação orientada a componentes 2: Ambiente de desenvolvimento baseado em componentes utilizando uma linguagem orientada a objetos; Projeto, objetos, propriedades e eventos; Compilação e execução de programas; Programação orientada a objetos; Conexão a bancos de dados; Construção de relatórios; Tratamento de exceções.

Sistemas operacionais 1: CONCEITO DE SISTEMAS OPERACIONAIS: Cronologia dos Sistemas Operacionais; Memória, UCP, AU, UC; Registradores; Exercícios de Fixação dos conceitos. HARDWARE: Barramento; Pipelining; Dispositivo de Entrada e Saída; Exercícios. SOFTWARE: Tradutor; Interpretador; Linker; Loader; Depurador/Debug; Linguagem de controle; Linguagem de máquina; TIPOS DE SISTEMAS OPERACIONAIS: sistemas Monoprogramáveis/Monotarefa; Sistemas Multiprogramáveis/Multitarefa (batch,tempo compartilhado,tempo real); SISTEMAS MULTIPROGRAMÁVEIS: Interrupção e Execução; Operações de entrada e saída; Buffering; Spooling; Reentrância; Proteção do Sistema;Exercícios. PROCESSO: Modelo de processo; Contexto de hardware; Contexto de software; Espaço de endereçamento; Subprocesso e thread; Tipos de processos; COMUNICAÇÃO ENTRE PROCESSOS: Concorrência; Compartilhamento de recursos; Problemas de compartilhamento; Velocidade de execução dos processos; Starvation; Sincronismo condicional; Semáforos; Monitores; Deadlock.

Sistemas operacionais 2: Gerência do Processador: Funções Básicas; Critérios de Escalonamento; Escalonamento Não-Preemptivos e Preemptivos; Escalonamento FIFO;Escalonamento Shortest-Job-First (SJF); Escalonamento Cooperativo; Escalonamento CircularCap; Escalonamento por Prioridades; Escalonamento Circular por Prioridades; Escalonamento por Múltiplas Prioridades; Escalonamento por Múltiplas Filas com Realimentação; Política de Escalonamento em Sist. de Tempo Compart; Política de Escalonamento em Sist. de Tempo Real. Gerência de Memória: Alocação Simples Contígua; Técnica de Overlay; Alocação Particionada; Alocação Particionada Estática; Alocação Particionada DinâmicaEstratégias de Alocação de Partição ; Swapping; Gerência de Memória Virtual: Espaço de Endereçamento Virtual; Mapeamento;Memória Virtual por Paginação: busca, organização,Tamanho da Página; Estudo de Casos: Windows 2000 server e Unix.

Arquitetura de computadores 1: História do desenvolvimento dos computadores. Aritmética Computacional; Lógica Computacional; Unidades Básicas de um Computador, Representação dos tipos de dados; Representação de instruções; Métodos de execução de programas; Entrada e Saída de dados; Processadores Comerciais, memórias e Dispositivos de Entrada e Saída;

Arquitetura de computadores 2: Pontos de vista funcional, econômico, técnico e de confiabilidade equipamentos periféricos, incluindo suas interfaces e unidades de controle. Funcionamento, instalação e configuração de leitoras mecânicas, óticas e magnéticas; impressoras de impacto eletrostáticas e térmicas teclados, vídeos e terminais mais avançados dispositivos e meios de armazenagem (tais como: discos, fitas, fitas cassete, discos flexíveis). Interação entre software e E/S e as unidades de controles periféricos mais avançados. Blocos funcionais do computador. Fluxo de dados e controle na execução de uma instrução. Hardware para retenção e tratamento de erros no processador. Exemplos de arquiteturas existentes. Introdução ao Assembly de processadores Intel Família. Conceitos de manutenção e montagem de um microcomputador.

Aplicativos 1: Princípios da utilização do computador como ferramenta de trabalho e pesquisa. Utilização do Sistema Operacional como ferramental de interface de trabalho. Funcionamento de aplicativos: editor de texto: definições funções e configurações; gerência de apresentação: definições funções e configurações.

Aplicativos 2: Funcionamento de aplicativos: planilha de dados: definições funções e configurações; navegador (browser) para acesso à internet: métodos e configuração de pesquisa na web.

Sistemas operacionais de redes 1: prática, instalação, configuração e manutenção de um sistema operacional de rede baseado na arquitetura Microsoft.

Sistemas operacionais de redes 2: prática, instalação, configuração e manutenção de um sistema operacional de rede baseado na arquitetura UNIX.

Linguagem e estrutura de dados 1: Conceitos básicos de Algoritmo na solução de problemas (utilização de linguagem informal pseudo-código e fluxograma; Princípios de programação estruturada; conceitos de Pascal : Conceito de declaração de variáveis; tipos de dados simples (inteiro, real, booleano, char); expressões; conceito de bloco de comando; comandos de entrada/saída (write, read, writeln, readln);comando de seleção (if-then-else; Case); comando de repetição (repeat-until; while; for); tipo string.

Linguagem e estrutura de dados 2: tipos estruturados array (vetores e matrizes) e Record; procedimentos; funções ; passagem de parâmetros por valor e por referência; vetores e matrizes; registros.

Linguagem e estrutura de dados 3: algoritmos de ordenação;pesquisa seqüencial e binária; arquivos (leitura e escrita); recursividade; alguns recursos gráficos do Pascal.

Projetos de sistemas: Definição de sistemas; modelagem de sistemas; uso de ferramentas de modelagem, UML: diagrama de uses cases e diagrama de classes; exemplos de sistemas: Sistemas especialistas.

Aplicações Hipermídia 1: Linguagens de script. Introdução de scripts, sintaxe e aplicações mais úteis.

Aplicações Hipermídia 2: Conceitos básicos de programação orientada a objetos origem e Aplicações da linguagem Java; Classes e Objetos e Bibliotecas (Java API?s); Fases de criação de um programa Java; Estrutura Básica de um Programa em Java: Utilizando o Jcreator; Tipos de Diálogos de Mensagem; Operadores Aritméticos; Operadores de Igualdade e Operadores Relacionais; Operadores Aritméticos de Atribuição; Operadores de Incremento e Decremento; Operadores Lógicos ; Tipos de Dados Primitivos; Introdução à Applets: Appletviewer X Internet Explorer para verificar um Applet: Métodos init e paint; Estruturas de Controle; Instruções Rotuladas; Métodos; Arrays; Programação Baseada em Objetos e Programação Orientada a Objetos; Herança e Polimorfismo; Strings e Caracteres; Imagens Gráficas; Componentes da Interface Gráfica com o Usuário (GUI); Acesso a Arquivos em Java.

Fundamentos de Hipermídia: Introdução e origem do HTML, definição de tags, sintaxe básica, aplicações na construção de sites. HTML dinâmico.

Administração de Sites: Construção de sites; uso e configuração de DNS, DHCP e outros elementos de configuração de sites.

Suporte ao usuário: Itens relativos ao tratamento de suporte à usuários de computação. Simulação de situações, aprendizado de resoluções de problemas.

Higiene e Segurança do Trabalho: Noções de higiene e segurança de trabalho.

Organização do Trabalho e Normas: Noções de organização de trabalhos e normas referentes ao trabalho.

Grade Curricular de 2010

Período Nome da Disciplina Horas/Aula
INFORMÁTICA BÁSICA 36
ARQUITETURA DE COMPUTADORES 72
SOLUÇÕES PROBLEMAS LÓGICOS 36
LÓGICA DE PROGRAMAÇÃO 72
ARQ. DE REDE DE COMPUTADORES 72
SISTEMAS OPERACIONAIS 72
HIGIENE E SEG. DO TRABALHO. 36
INTRODUÇÃO A ENGENHARIA SOFT. 36
ALGORITMOS E ESTR. DE DADOS 72
FUNDAMENTOS DE PROGR. WEB 72
PROJETO DE BANCO DE DADOS 72
DESENV. SISTEMAS P/ INTERNET I 72
PROJETO E ADMIN. DE REDES 72
DESENV. SISTEMAS P/ INTERNET II 72
PROJETO E DESENV. DE SISTEMAS I 72
ADMINIST. DE BANCO DE DADOS 72
PROJETO E DESENV. DE SISTEMAS II 72
PROJETO FINAL 72
PROGRAMÇÃO DE DISPOS. MOVEIS 36
ORG DO TRAB E NORMAS 36

Ementas das Disciplinas da grade de 2010

Componente curricular: INFORMÁTICA BÁSICA

Ementa: Definições de informática elementar. Configuração e manipulação de arquivos em sistemas operacionais. Recursos da Internet. Aplicativos para Processadores de Texto, Planilhas Eletrônicas, Apresentação multimídia.

Componente curricular: SOLUÇÃO DE PROBLEMAS LÓGICOS

Ementa: Fases para a resolução de um problema. Resolução de problemas via indução, analogia, decomposição, simetria, negação, contradição e generalização. Fases para a resolução de um problema. Resolução de Problemas por indução. Resolução de Problemas por Analogia. Resolução de Problemas por Decomposição. Resolução de Problemas por Simetria. Resolução de Problemas por Negação.Resolução de Problemas por Contradição.Resolução de Problemas por Generalização. Resolução de Problemas Recursivamente

Componente curricular: ARQUITETURA DE COMPUTADORES

Ementa: Histórico do Computador. Organização de um computador. Sistema de Numeração. Introdução à Arquitetura de Computadores (Subsistemas, CPU, Memória, Dispositivos de Entrada e saída, barramentos, formato de instrução e seu ciclo). Computadores pessoais. Identificação dos componentes físicos do computado (placa mãe, fonte, memória, HDs) e montagem dos mesmos.

Componente curricular: LÓGICA DE PROGRAMAÇÃO

Ementa: Conceitos da Programação Estruturada. Aplicação de Lógica de Programação. Estilos de algoritmos. Ferramentas (norma ISO 5807:1985 e pseudocódigo) para desenvolvimento de algoritmos. Estruturas de Decisão (simples, composta e seleção), de Laço (interativo e iteração). Sub-Rotinas. Implementação de algoritmos em linguagem de programação estruturada.

Componente curricular: SISTEMAS OPERACIONAIS

Ementa: Introdução e história do SO. Tipos de SO. Interrupção. Sistemas de Arquivos. Gerenciamento do Processador. Gerenciamento da Memória. IRQ. DMA Sistemas de Arquivos. Comandos Básicos. Criação de Arquivos. Permissionamento. Agendador de Tarefas. Controle de processos. Criação de arquivos de Lote. Gerenciador de Boot.

Componente curricular: ARQUITETURAS DE REDE DE COMPUTADORES

Ementa: Topologia e serviços de redes de computadores. Meios físicos. Arquitetura de redes de computadores. Tecnologia de redes de computadores. Protocolos de redes de computadores (TCP/IP).

Componente curricular: ALGORITMOS E ESTRUTURAS DE DADOS

Ementa: Estruturas de Dados: Vetor; Pilhas; Listas; Filas. Ponteiros. Alocação estática e dinâmica. Listas e Árvores: Algoritmos de Inserção e Remoção. Algoritmos de Ordenação. Resolução de problemas com Estruturas de Dados.

Componente curricular: FUNDAMENTOS DE PROGRAMAÇÃO WEB

Ementa: Criação de páginas de hipertexto, utilizando técnicas de páginas estáticas. Criação de estilos (CSS) a serem aplicados nos documentos de hipertexto. Ferramentas de manipulação e criação de recursos multimídia para utilização em sistemas com tecnologia WEB. Normas e padrões de segurança em tecnologia de informação (NBR-ISO/IEC 17.799). Introdução a paginas dinâmicas e com conexão assíncrona. Uso de HTML, DHTML, Scripts e configuração básica. XML. XML Schema.

Componente curricular: INTRODUÇÃO A ENGENHARIA DE SOFTWARE

Ementa: Histórico e evolução do gerenciamento de projetos e das metodologias de análise. Processo de Desenvolvimento de Software. Ciclo de vida do desenvolvimento de sistemas. Representações gráficas no desenvolvimento de sistemas computacionais. Técnicas de Levantamento de requisitos e casos de uso. Fundamentos em orientação a objetos e modelagem de classes.

Componente Curricular: PROJETO DE BANCOS DE DADOS

Ementa: Introdução aos conceitos básicos de gerência de bases de dados. Derivação de um modelo conceitual de dados, a partir de uma descrição de um problema. Geração de um banco de dados correspondente a um modelo conceitual de dados definido. Álgebra Relacional. Linguagens de consulta declarativas. Normalização.

Componente curricular: DESENVOLVIMENTO DE SISTEMAS PARA INTERNET I

Ementa: Desenvolvimento de páginas e sítios utilizando plataformas de hipertexto dinâmico com recursos de acesso a Banco de Dados. Manipulação de arquivos no formato texto. Captura de informações a partir de formulários.

Componente curricular: PROJETO E ADMINISTRAÇÃO DE REDES

Ementa: Introdução à administração de redes; Sistemas de administração de redes; Fontes e fluxos de informação; Administração de redes; Tecnologias e suporte à administração de redes; Forças do mercado de administração de redes; Gerência proprietária; Redes locais; Redes heterogêneas; Tendências em administração e gerência de redes; Avaliação de plataformas de gerência; Segurança da gerência de redes. Cálculo de sub-redes, revisão de equipamentos de conectividade, ferramentas de administração de redes, estudo de casos (simulações e defeitos em redes). Instalação, configuração e manutenção de um sistema operacional de rede baseado na arquitetura Microsoft.

Componente curricular: ADMINISTRAÇÃO DE BANCO DE DADOS

Ementa: Projeto Físico de Bancos de Dados. Otimização de consultas. Uso de um SGBD comercial.

Componente curricular: DESENVOLVIMENTO DE SISTEMAS PARA INTERNET II

Ementa: Desenvolvimento de sítios e páginas com tecnologia WEB, utilizando técnicas de páginas dinâmicas com recursos de acesso a Banco de Dados. Captura de informações a partir de formulários, e sobre o visitante e o servidor, envio e armazemento em sistemas de gerenciamento de bancos de dados. Processamento em servidores dedicados.

Componente curricular: PROJETO E DESENVOLVIMENTO DE SISTEMAS I

Ementa: Análise e Projetos Orientados a Objetos. Uso da UML como ferramenta de análise e documentação no processo de desenvolvimento de sistemas computacionais.

Componente curricular: PROJETO E DESENVOLVIMENTO DE SISTEMAS II

Ementa: Conceitos, fundamentos e histórico dos projetos de interface homem-máquina e de boa usabilidade. Princípios de projeto, implementação e avaliação de interfaces. Ferramentas para projetos e desenvolvimento de interfaces homem-máquina. Organização de Sistemas e Métodos. Metodologias de testes de software.

Componente curricular: PROJETO FINAL

Ementa: Contextualização do conhecimento dos componentes curriculares, desenvolvimento de habilidades relativas ao trabalho em equipe, relatórios técnicos de trabalhos e sistemas computacionais para internet. Integração, por meio do desenvolvimento de projetos e estudos de caso dos conhecimentos desenvolvidos nos componentes curriculares.

Componente curricular: PROGRAMAÇÃO PARA DISPOSITIVOS MÓVEIS

Ementa: Fundamentos da computação móvel. Interface gráfica. Armazenamento de Dados. Desenvolvimento de aplicações com J2ME.